Israel: Gaúcho é encontrado morto, duas brasileiras estão desaparecidas e aumenta o número de vítimas. Saiba tudo!

GUO


"Brasileiro é Vítima Fatal em Ataque do Hamas em Israel: Uma Tragédia que Choca o Brasil e o Mundo"

O Brasil está de luto com a confirmação da morte de Ranani Nidejelski Glazer, um jovem gaúcho de 23 anos, vítima do ataque do grupo terrorista Hamas em Israel. O Ministério das Relações Exteriores, em uma nota divulgada nesta terça-feira, expressou seu profundo pesar e repúdio a todos os atos de violência, especialmente contra civis.

Ranani, natural de Porto Alegre, havia se mudado para Israel há sete anos, onde trabalhava como entregador. Ele tinha cidadania israelense e chegou a prestar serviço militar no país. O jovem, que compartilhava sua vida agitada e suas viagens nas redes sociais, estava em um festival de música na Faixa de Gaza quando o ataque ocorreu. Infelizmente, ele não conseguiu escapar e perdeu sua vida nesse terrível evento.

O pai de Alok, DJ Juarez Petrillo, também estava presente no local, prestes a se apresentar, mas conseguiu escapar ileso. As cariocas Bruna Valeanu e Karla Stelzer Mendes, que têm dupla nacionalidade, continuam desaparecidas na região. O Ministério das Relações Exteriores confirmou que elas estavam no mesmo festival em que Ranani havia desaparecido.

A Tragédia na Faixa de Gaza: Um Breve Contexto

A Faixa de Gaza é uma das regiões mais conflituosas do mundo. Desde 1967, Israel e Palestina estão envolvidos em um conflito sangrento nesse território. No último dia 7 de outubro, homens armados do Hamas invadiram Israel, atacando diversas cidades e alvos civis. Uma rave ao ar livre, onde brasileiros e outros estrangeiros estavam presentes, foi um dos primeiros alvos dos terroristas.

Até o momento do fechamento desta reportagem, havia sido registrado um total de 260 mortos apenas no distrito sul de Israel, a menos de 20 quilômetros da Faixa de Gaza. Em todo o conflito, entre Israel e Palestina, o número de mortos já ultrapassou 1.770 pessoas.

Reações no Brasil e no Mundo: Luto e Repúdio Internacional

A notícia da morte de Ranani Glazer gerou comoção e tristeza não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva expressou seu pesar, republicando a nota do Itamaraty em suas redes sociais. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, também se pronunciou, condenando veementemente todos os atos de terrorismo e lamentando a tragédia que afetou uma família brasileira.

O ataque em Israel ressalta a necessidade urgente de uma solução pacífica e duradoura para o conflito na região. A comunidade internacional observa com preocupação a escalada da violência e insta todas as partes envolvidas a buscar um cessar-fogo imediato, protegendo assim a vida de civis inocentes como Ranani Nidejelski Glazer. Neste momento difícil, o Brasil se une em luto e solidariedade à família enlutada.

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !