Caso surpreendente: homem indiano descobre feto do irmão gêmeo alojado em seu corpo por 36 anos

GUO


A história peculiar de Sanju Bhagat, um agricultor indiano, tem ganhado grande repercussão nas redes sociais devido à revelação surpreendente de que ele estava "grávido" desde o seu nascimento, aos 36 anos de idade.

Sanju, já conhecido em sua região por possuir uma barriga inchada, começou a experimentar fortes dores abdominais e dificuldade para respirar. Preocupado com sua saúde, ele procurou ajuda médica, e o diagnóstico recebido foi chocante: ele tinha uma condição biológica rara em que seu corpo abrigava o seu próprio irmão gêmeo.

Essa condição é conhecida como "feto in fetu", um fenômeno no qual um feto se desenvolve dentro do corpo do seu próprio gêmeo, agindo como um "parasita". Essa ocorrência é extremamente rara, e na maioria dos casos, ambos os fetos não sobrevivem até o nascimento.

O caso de Sanju Bhagat tem intrigado especialistas médicos e fascinado o público em geral, uma vez que a condição de "feto in fetu" é extremamente incomum. Acredita-se que isso ocorra quando um embrião em desenvolvimento não se separa completamente durante a gestação, levando a um dos gêmeos se desenvolver dentro do corpo do outro.

Embora a condição seja rara, casos de "feto in fetu" têm sido documentados ao longo da história da medicina. Geralmente, a detecção ocorre durante a infância ou adolescência, quando sintomas como inchaço abdominal, dor e desconforto se tornam aparentes. No entanto, o caso de Sanju Bhagat é notável por ele ter vivido por tantos anos sem suspeitar da presença do feto em seu corpo.

continue lendo...


#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !