Professor é demitido após escrever em quadro sobre aluno adolescente que ajuda família a vender água de coco no ES: 'Humilhante', desabafa mãe

GUO


 Professor de Matemática é demitido após escrever comentário polêmico sobre aluno vendedor de água de coco


Um episódio polêmico envolvendo um professor de Matemática e um adolescente vendedor de água de coco agitou as redes sociais e a comunidade escolar do Espírito Santo. O incidente ocorreu em uma escola estadual na Região de São Pedro, onde o professor escreveu um comentário controverso no quadro da sala de aula, provocando indignação e levando à sua demissão.


A notícia da demissão foi confirmada pela Secretaria de Estado da Educação (Sedu) na última segunda-feira (18), após uma série de repercussões nas redes sociais. Segundo relatos, o adolescente de 16 anos, que já foi aluno da escola até fevereiro deste ano, estava ajudando a mãe a vender água de coco na Praia de Camburi, em Vitória, quando foi visto pelo professor.


Um dia após testemunhar a cena, o professor escreveu no quadro da sala de aula um comentário considerado desrespeitoso e insensível pelo adolescente e sua família. O texto questionava se seria melhor para o jovem continuar trabalhando na venda de água de coco ou se esforçar mais nos estudos para conseguir um emprego melhor.


A mãe do adolescente, indignada com a atitude do professor, compartilhou um vídeo nas redes sociais desabafando sobre o ocorrido. Ela explicou que sustenta sua família há três, quatro anos vendendo água de coco, e que o comentário feito pelo educador foi uma exposição injusta e humilhante de seu filho.


"Meu filho ficou triste, chateado", desabafou a mãe em seu vídeo nas redes sociais, ressaltando o impacto emocional da situação sobre o adolescente. Ela criticou a postura do professor e o considerou infeliz e desrespeitoso ao expor seu filho dessa maneira diante dos colegas de classe.


Em sua defesa, o professor Marcos Lengrub, responsável pelo comentário controverso, argumentou nas redes sociais que o texto no quadro da sala de aula era apenas uma "reflexão". No entanto, suas declarações não foram suficientes para conter a indignação gerada pela situação.


Amigos do adolescente, presentes na sala de aula, tiraram uma foto do quadro com o comentário do professor e enviaram para a família do jovem, amplificando ainda mais a repercussão do caso. O episódio provocou debates sobre ética e sensibilidade na educação e levou à demissão do professor envolvido.


A identidade da mãe e do adolescente não foram divulgadas na reportagem, em conformidade com o Estatuto da Criança e do Adolescente. A história serve como um alerta sobre a importância do respeito e da empatia no ambiente escolar, reforçando a necessidade de promover um ambiente educacional inclusivo e acolhedor para todos os alunos.

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !