Policiais fantasiados de 'Chapolin Colorado' se infiltram entre foliões e prendem ladrões de celulares em bloco em SP

GUO


 Polícia Fantasiada de "Chapolin Colorado" Prende Quadrilha de Furto de Celulares em Bloco de Carnaval em São Paulo


No último domingo , uma cena digna de um episódio do clássico seriado mexicano "Chaves" se desenrolou nas ruas de São Paulo durante o pós-carnaval. Policiais civis, estrategicamente fantasiados de "Chapolin Colorado", conseguiram surpreender e prender quatro suspeitos de furtar celulares de foliões durante o desfile de um bloco carnavalesco de rua na região do Parque Ibirapuera, Zona Sul da cidade.


O inusitado caso, registrado em vídeo pelos próprios agentes da Polícia Civil, ganhou destaque pela criatividade e eficácia da abordagem. Os policiais, vestidos com as clássicas roupas vermelhas do personagem Chapolin, conseguiram deter a quadrilha que agia furtivamente entre os foliões.


Durante as prévias do carnaval e o próprio carnaval, a polícia já havia adotado a estratégia de colocar agentes disfarçados de foliões para coibir roubos nos blocos de rua da capital. No entanto, neste último domingo, a abordagem foi ainda mais ousada, com os policiais aprimorando a disfarce ao incorporar a figura icônica do "Chapolin Colorado".


Os vídeos registrados pelos agentes mostram o momento em que os "Chapolins" abordam e prendem uma mulher suspeita de furtar celulares. Além dela, outra mulher e dois homens, todos estrangeiros com idades entre 21 e 38 anos, foram detidos pelos policiais fantasiosos. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) não divulgou as nacionalidades dos suspeitos.


A ação surpreendente teve início quando os policiais disfarçados notaram um grupo de pessoas tentando esconder celulares em suas roupas. A atitude suspeita chamou a atenção dos "Chapolins", que prontamente agiram para conter o grupo. A abordagem revelou que os aparelhos haviam sido furtados de foliões durante o bloco carnavalesco.


Os quatro suspeitos foram conduzidos pelos "Chapolins" até uma delegacia, onde foram indiciados por furto e associação criminosa. Nesta segunda-feira (19), passarão por audiência de custódia, momento em que a Justiça decidirá se permanecerão detidos ou responderão aos crimes em liberdade.


A SSP divulgou que as ações de policiais disfarçados, tanto identificados como agentes quanto fantasiados, resultaram na prisão de 59 criminosos e na recuperação de 189 celulares e 598 cartões bancários na capital durante o pré-carnaval, carnaval e pós-carnaval em blocos de rua.


O secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite, destacou a eficácia da estratégia, afirmando: "O recado foi dado aos criminosos, que agora devem pensar duas vezes antes de agir, pois saberão que ao lado deles pode estar um policial descaracterizado". Ele ressaltou que o elemento surpresa foi crucial para prender os criminosos em flagrante, considerando a rapidez típica desse tipo de crime.


A ação dos "Chapolins" da Polícia Civil de São Paulo não apenas garantiu a segurança dos foliões, mas também proporcionou uma abordagem criativa e eficiente no combate à criminalidade durante o carnaval. O episódio tornou-se um exemplo de como a inovação pode ser aliada à segurança pública, deixando a população mais tranquila para celebrar as festividades carnavalescas.

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !