Polícia acha família de argentinos que brincou com Édson Davi

GUO


 Desaparecimento de Édson Davi na Barra da Tijuca: Família de Argentinos Localizada, mas Mistério Continua


A cidade do Rio de Janeiro está mobilizada com o desaparecimento do pequeno Édson Davi, de apenas 7 anos, na última quinta-feira (4) na praia da Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. A Polícia Civil anunciou avanços nas investigações, esclarecendo que uma família de argentinos, previamente mencionada pelos familiares de Édson, teve contato com a criança, mas não está envolvida em seu desaparecimento.


As imagens das câmeras de segurança foram cruciais para o desdobramento da investigação. Elas revelaram que o grupo de argentinos, composto por um homem, sua esposa e três filhos, deixou a praia e retornou ao hotel onde estavam hospedados sem a presença de Édson. Esta confirmação afasta a suspeita inicial sobre o envolvimento dos estrangeiros no caso.


A polícia obteve o depoimento do argentino que interagiu com Édson, esclarecendo os eventos que antecederam o desaparecimento. Segundo o relato, o homem reconheceu sua presença nas imagens e confirmou que brincou de bola com Édson por aproximadamente 20 minutos. Após a brincadeira, ele retornou para sua cadeira na praia e seguiu para o hotel com a família. Importante destacar que o argentino afirmou não ter visto para onde Édson Davi foi após a interação.


A polícia adotou uma estratégia detalhada, analisando centenas de imagens de pelo menos sete pontos fixos no entorno do local do desaparecimento. Essa abordagem visa esgotar a linha de investigação relacionada a um possível rapto. Até o momento, não há indicativos ou provas de que Édson tenha saído da areia, concentrando assim os esforços de busca nessa área específica.


A comunidade local está unida em apoio à família de Édson Davi, expressando solidariedade e esperança por um desfecho positivo. A polícia continua trabalhando intensamente para desvendar o mistério que envolve o desaparecimento do menino, buscando esclarecer todos os detalhes e garantir a segurança e bem-estar da criança.


A comoção gerada por este caso ressalta a importância da vigilância e da colaboração da comunidade em situações de emergência. A polícia reforça a necessidade de relatar qualquer informação relevante que possa auxiliar nas investigações. A cidade aguarda ansiosamente por notícias positivas e a resolução deste angustiante episódio.

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !