Netflix entra em guerra com a Globo

GUO


 

A disputa pela atenção do público entre as gigantes do entretenimento no Brasil está atingindo níveis nunca vistos. A Netflix, conhecida por sua presença marcante no mundo do streaming, está prestes a desafiar diretamente a Rede Globo com um novo reality show musical. Esta estratégia agressiva surge como uma resposta ao cancelamento do renomado "The Voice Brasil" pela emissora tradicional.


O lançamento iminente desse reality musical na plataforma de streaming é considerado um movimento ousado para marcar a estreia da Netflix nesse gênero no Brasil. Enquanto isso, a Globo prepara seu próprio programa, "Estrela da Casa", uma versão inspirada no antigo e consagrado "Fama".


De acordo com Elisabetta Zenatti, vice-presidente de conteúdo da Netflix Brasil, a empresa está planejando aumentar consideravelmente seus investimentos no país durante o ano de 2024, especialmente focando na produção de conteúdos com potencial de exportação. Entre os exemplos desse investimento está a novela "Pedaço de Mim", protagonizada por Juliana Paes e Vladimir Brichta, com uma proposta de formato compacto de 18 capítulos.


A concorrência entre as duas potências está acirrada no mundo das séries e novelas. Enquanto a Globo se prepara para lançar apenas duas atrações musicais em 2024, a Netflix investe em múltiplos fronts. A plataforma de streaming planeja lançar novas temporadas de séries de sucesso, como "De Volta aos 15" e "Bom Dia, Verônica", além de continuar a saga de "Casamento às Cegas". Um dos lançamentos mais aguardados é a série "Senna", uma produção que retrata a vida do icônico piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna e tornou-se a mais dispendiosa já realizada pela Netflix no Brasil.


Nesse embate pela preferência do público, a Globo enfrenta um contratempo significativo: a novela "Guerreiros do Sol", prevista para o Globoplay, foi adiada para 2025. Enquanto isso, Netflix e HBO Max prometem lançar novelas inéditas em 2024, como "Pedaço de Mim", "Beleza Fatal" e "Dona Beja", deixando a Globo sem novidades originais do gênero para oferecer em seu serviço de streaming no mesmo período.


Essa intensa competição entre Netflix e Globo reflete a mudança contínua no cenário do entretenimento, com as plataformas de streaming desafiando os modelos tradicionais de produção e distribuição. Enquanto a Globo aposta em sucessos consolidados e recriações inspiradas em seus programas clássicos, a Netflix opta por uma abordagem mais arrojada, investindo em novos formatos e explorando estilos musicais contemporâneos.


A batalha pela audiência promete ser feroz em 2024, com ambas as gigantes do entretenimento buscando conquistar o público brasileiro com conteúdos diversificados e inovadores. Resta aos espectadores aguardar ansiosos por essa disputa que, sem dúvidas, moldará o futuro do entretenimento no país.

Tags

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !