Homem rasga a traqueia ao segurar espirro

GUO




Especialistas Alertam: Segurar o Espirro Pode Causar Problemas Graves, Revela Estudo do Reino Unido


Manter hábitos que incluem segurar um espirro pode parecer inofensivo, mas um recente estudo publicado na revista científica BMJ Case Reports revelou um caso preocupante de um homem de 30 anos que sofreu uma perfuração na traqueia após segurar um espirro. Especialistas alertam sobre os riscos potenciais de segurar espirros de maneira inadequada.


O paciente, diagnosticado com rinite alérgica, relatou dores intensas no pescoço após reprimir um espirro enquanto dirigia. Ao buscar atendimento médico, exames revelaram uma ruptura na traqueia, acompanhada de pneumomediastino, a presença de ar no espaço entre os pulmões.


O tratamento consistiu em analgésicos para dor e antialérgicos para a rinite, descartando a necessidade de cirurgia, embora o paciente tenha sido observado durante 48 horas. Após a alta, foi recomendado um tratamento contínuo, além de evitar atividades físicas e reprimir espirros por duas semanas.


Apesar disso, uma tomografia computadorizada realizada cinco semanas depois indicou que o problema persistia, embora sem danos permanentes. Esse caso é considerado pelos pesquisadores como o primeiro registro oficial de perfuração traqueal devido ao ato de segurar um espirro.


Os especialistas alertam que a pressão gerada ao segurar um espirro com o nariz e a boca fechados pode aumentar significativamente, podendo alcançar até 20 vezes a pressão normal das vias aéreas superiores. Este aumento repentino de pressão pode ter causado a perfuração na traqueia do paciente, resultando em complicações sérias.


Além disso, uma história envolvendo o medo de espirros também é mencionada no estudo. Durante o auge da pandemia de COVID-19, um incidente inusitado ocorreu em Kolhapur, na Índia, onde uma motociclista foi agredida por espirrar em público. Em um vídeo registrado, dois motociclistas iniciaram uma discussão que logo se transformou em briga, causando congestionamento na região.


Embora o medo da propagação do coronavírus estivesse presente, especialistas ressaltam que reações impensadas podem resultar em ações sem sentido, como foi o caso da briga entre os motociclistas. O estudo destaca a importância de manter a calma e a racionalidade, mesmo em situações de estresse ou medo.


Em conclusão, os pesquisadores reforçam a recomendação de não reprimir espirros, evitando apertar o nariz e manter a boca fechada, pois a pressão gerada pode ter consequências graves, como demonstrado pelo caso estudado. A conscientização sobre os riscos associados a tais comportamentos pode prevenir possíveis complicações de saúde no futuro.

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !