Fã que morreu em show de Taylor Swift teve exaustão térmica causada pelo calor, aponta laudo

GUO


"Morte de fã de Taylor Swift por exaustão térmica choca durante show no Rio de Janeiro"


A jovem universitária Ana Clara Benevides, de 23 anos, faleceu durante o primeiro show da cantora Taylor Swift, no Estádio Nilton Santos, em um dia marcado por altas temperaturas na cidade do Rio de Janeiro, atingindo até 59,3 graus Celsius. O laudo apontou que Ana Clara sofreu exaustão térmica devido ao calor intenso, levando a um quadro de choque cardiovascular e hemorragia alveolar, resultando em parada cardiorrespiratória e morte súbita.


A investigação sobre o caso está sob responsabilidade da 24ª DP (Piedade), com os representantes da empresa organizadora do evento, T4F, sendo chamados para esclarecimentos. A T4F informou que distribuiu água e permitiu a entrada com copos descartáveis sem limitação de quantidade, além de colaborar com as autoridades na investigação.


A estudante de Psicologia da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), Ana Clara Benevides, passou mal no início do show e foi prontamente socorrida, porém não resistiu. A empresa nunca havia enfrentado um incidente tão trágico em seus mais de 40 anos de atuação.


Taylor Swift expressou sua consternação pela perda da fã, compartilhando sua dor nas redes sociais, mencionando o impacto devastador da perda inesperada de Ana Clara. A cantora lamentou profundamente a tragédia, expressando solidariedade à família e aos amigos da vítima.


A morte de Ana Clara Benevides durante o show de Taylor Swift gerou comoção e preocupações sobre medidas de segurança e assistência em eventos diante de condições climáticas extremas. A polícia investiga o caso para determinar as circunstâncias exatas e a responsabilidade em relação ao trágico incidente ocorrido no Estádio Nilton Santos.

Tags

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !