Suspeita de cortar rosto de jovem em ônibus é presa em São Paulo

GUO


 Suspeita de Ataque a Estudante em Ônibus é Presa em São Paulo


Stefani Firmo, uma estudante de enfermagem, foi atacada enquanto dormia em um ônibus da Expresso Guanabara durante uma viagem de Recife para Salvador, em novembro de 2022. A suspeita de agressão, uma mulher de 46 anos, foi presa em São Paulo, após informações anônimas sobre sua localização serem repassadas para Stefani durante a aplicação do Enem.


A Guarda Civil Metropolitana foi informada do paradeiro da suspeita e a deteve. O caso foi registrado pelo 8° Distrito de Polícia como captura de procurado, mas a Polícia Civil da Bahia ainda não foi oficialmente informada sobre a prisão.


Stefani expressou sua felicidade com a prisão da suspeita nas redes sociais, enfatizando que o processo de justiça está em andamento.


As câmeras de segurança do ônibus capturaram o momento em que a suspeita, situada entre as poltronas de Stefani e sua amiga, fez um movimento brusco na direção da jovem, causando seu ferimento. O ataque resultou em Stefani recebendo 18 pontos no rosto.


Stefani, que é natural de São Paulo mas reside em Itabuna, Bahia, desde 2008, estava retornando de Recife com uma amiga após fazer uma prova de residência. Ela foi acordada com dor e sangramento no rosto enquanto dormia, sem identificar imediatamente a causa do ferimento.


A jovem procurou ajuda de outros passageiros após o ataque, mencionando a presença de uma mulher com ferramentas potencialmente usadas no ataque. A suspeita permaneceu indiferente à situação, negando envolvimento no incidente, antes de desembarcar em Salvador.


Esse resumo destaca os principais eventos relacionados ao ataque a Stefani Firmo e a subsequente prisão da suspeita, assim como a reação e detalhes relatados pela vítima sobre o incidente.

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !